2 linhas da Viação Primor sofrerão alterações

A partir de amanhã (09/05), 2 linhas pertencentes à Viação Primor contarão com alterações em seus itinerários e você confere em detalhes abaixo.
A linha T403 Calhau / Litorânea deixará de ir até o Retorno do Caolho e fará o retorno por trás da Fest Lanche na Av. dos Holandeses para acesso ao ponto final na Rua Copacabana. Saindo do ponto final os veículos da linha seguirão seu trajeto como é atualmente.
A linha T407 Calhau / Tribuzi terá seu ponto final alterado e deixará de atender ao Terminal Cohama, passando a ter seu novo ponto final na Av. Copacabana onde é atualmente o ponto final da T403 Calhau / Litorânea.
Ao sair do ponto final o veículo seguirá pela Av. Litorânea, Av. Avicênia, Av. dos Holandeses e seguirá seu itinerário normal e na volta, virá pela Av. dos Holandeses até o Fest Lanche semelhante a T403 e indo para o ponto final na Av. Copacabana.

Fonte: SportbuS Maranhão

Postar um comentário

8 Comentários

  1. Respostas
    1. É isso que eu pensei, Na minha opinião a Primor deveria integrar a T403 para o Term.Cohama, pois o único ônibus que sai do Terminal da Cohama em direcão a Litorânea é o Cohama/Calhau, mas só nos fins de semana, e sempre vai lotado, com essa alteração na T407 vai lotar mais ainda

      Excluir
  2. Burrice essa alteração principalmente da 407

    ResponderExcluir
  3. Talvez eles mudaram a rota da T403 por conta da expansão da Litorânea, talvez eles mudem de novo a rota, fazendo uma extensão da linha.

    ResponderExcluir
  4. Uma irresponsabilidade total, o ônibus Cohama Calhau é importante para a região. Ao invés de se evitar aglomeração no coletivo, essa prefeitura irresponsável está é promovendo aglomeração em plena pandemia. Bandidos

    ResponderExcluir
  5. Irresponsabilidade pois muita gente assim como eu precisa dele nesta região .

    ResponderExcluir
  6. Tomara que passem no seu devido horário, porque depois das 21:30 o coletivo " calhau litorânea " só está passando meia noite novamente. Queimando várias voltas, e deixando o trabalhador na mão na volta pra casa.

    ResponderExcluir