Nova empresa no semiurbano

O Grupo Duarte conta com uma nova empresa na Grande Ilha de São Luís, a mesma recebeu no sistema de bilhetagem o código 47 para operação e será voltada para o semiurbano com o nome Expresso Grapiúna.
Com a nova empresa surgindo, as outras que já vinham operando serão desativadas, sendo elas a 40 Expresso Rodoviário 1001 Ltda. e 46 Expresso Solemar Ltda.. Todos os veículos atuantes nas duas empresas passarão para a 47 permanecendo os mesmos números de ordem atuais.
As linhas continuarão as mesmas, não havendo nenhuma alteração no quadro operacional, mas que agora serão operadas pela empresa 47.
Fonte: SportbuS Maranhão

Postar um comentário

14 Comentários

  1. Alguém sabe explicar o pq dessa troca de nome da empresa!!???
    E pelo visto, vai continuar a mesma bagunça e descaso . Nada de novidades, nada de veículos padronizados pela mob.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk é bem óbvio visto que o grupo Duarte está tentando se manter com certeza isso foi uma jogada da empresa pra se manter no sistema o que na prática não vai mudar nada o mesmo serviço porco de sempre.

      Excluir
    2. Apenas tentar esconder a péssima reputação associada ao nome antigo. Prática que vem sendo adotada na Ilha nos últimos anos por outras empresas, principalmente no pós-licitação do sistema urbano, para dar um ar de novidade.

      Excluir
  2. E se essa empresa "nova" vai fica no semi urbano.
    Quem vai ficar com suas linhas no urbano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Urbano ainda é a Rei de França (Consórcio Via SL), ela é recente no sistema acho que não vai mudar.

      Excluir
  3. Eles estão fazendo isto porque devem sair do sistema urbano com a frota que tem sem ônibus novos não permanecerão, com a frota que tem só dá pra ficar no semi e só até a licitação se por acaso acontecer.

    ResponderExcluir
  4. Só esperteza para não perder as linhas do semi urbano

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, grande novidade!

    A mesma 1001 de sempre com seus caquéticos carros!

    ResponderExcluir
  6. Uma coisa é certa só quero ver como vai ficar essa licitação depois das eleições visto que estamos no último ano de governo do Edivaldo Holanda e como todos nós sabemos nenhum governo novo continua com as medidas de governos anteriores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A licitação é um contrato que independe de gestão de prefeitura, se são 20 anos, serão 20 anos no controle de quem for prefeito na cidade, eles terão só que organizar as coisas e cumprir o que o edital manda.

      Excluir
    2. Entendo mais se tratando de São Luis tudo é possível outra coisa é um contrato e o mesmo pode ser quebrado a nova gestão pode dar alguma desculpa ou justificativa para romper esse contrato. E todos nós sabemos que na teoria é uma coisa e na prática é outra então tudo pode acontecer vamos torcer para que nada mude.

      Excluir
  7. Vai mudar de nome vai mudar prefixo e vai continuar as mesmas bosta de carro que eles colocam carro velho

    ResponderExcluir
  8. O grupo diarte tentando se manter e se recuperar. Trocando o nome pra ver se começa do zero e se livrar de parte dos problemas, dívidas e processos das outras empresas que serão desativadas. Aguardamos no que dará, via sl nova já cheia de problemas.

    ResponderExcluir