Viação Primor completa 50 anos de história na Grande Ilha

Em 5 de Junho de 1969 nascia a Viação Primor, uma das empresas pioneiras no transporte coletivo de São Luís inicialmente, nesse tempo sua operação situava-se nos bairros Raimundo Corrêa (atual Bom Milagre), Habitacional Turu, Monte Castelo, Liberdade e Solar dos Luzíadas / Turu (atual Ipem Turu).
A Viação Primor foi fundada por Valdir Alves e junto com a São Benedito e São Cristóvão, foi uma das primeiras empresas de São Luís a utilizar ônibus com catraca e cadeira para o cobrador, uma grande inovação para o setor na época.
Os ônibus da época em sua maioria eram Caio Norte e possuía uma pintura com base branca e traços em vermelho e azul. A empresa tinha sua garagem localizada próximo ao bairro da Coréia em frente para a Praça da Bíblia onde ficou até a década de 80. 
Na década de 80, mediante a dificuldades enfrentadas, o Valdir decide vender sua empresa e por volta de 1983 a Viação Primor é adquirida pelo Grupo Carvalho através de Romeu Carvalho, atual dono da empresa. Na mesma época altera a pintura de seus ônibus para o tradicional vermelho que perdurou por anos, inclusive ficou como cor da bacia Cohama / Vinhais com o SIT. 
A partir daí começam os investimentos tanto em frota quanto em estrutura e nessa mesma década muda sua sede para o Bairro de Fátima onde fica por alguns anos e daí para a Av. Daniel de La Touche na Cohama, onde atualmente funciona a sua garagem. Outras linhas foram sendo adquiridas pela empresa como Vinhais, Cohama, Vicente Fialho e outras, assim como outras linhas foram sendo negociadas com a 1001 Expresso que chegou na cidade também em 1983. 
Em 1996, a empresa consegue atingir sua maior quantidade de ônibus adquiridos, chegando a ter 107 ônibus em sua frota, que na época mantinha-se entre Busscar, Marcopolo, Ciferal e Caio Norte, chegando também a ter veículos de carroceria Thamco também. 
Por volta de 2002, a Primor consegue expandir seu negócio e iniciando operação no sistema semiurbano após o fechamento da empresa Araçagi, ganhando as linhas do Maiobão, Sitio Grande, Vila São José, Vila Cafeteira e Paranã, operando junto com a empresa Taguatur. 
Em 2004 adquire as linhas operadas pela Transporte Coletivos Roma no Consórcio São Cristóvão, mas como ainda não tinha autorização para operar com o código 36, teve que ficar por alguns anos atuando com o código 16 pertencente a Roma. 
Em meados de 2006 continua a fazer investimentos e adquire a empresa Transporte Coletivos Maranhense e daí passa a atuar na região do Cohatrac e São José de Ribamar. Os investimentos continuam e em 2010 adquire as linhas da Raposa, passando a ter uma das maiores frotas no sistema semiurbano. 
Em 2007 a Viação Primor recebe seus primeiros e únicos veículos de chassis Volkswagen, ao todo foram 31 ônibus sendo 30 Apache S21 para a Primor e 1 Ubranuss para a Maranhense, onde o veículo que ficou na Maranhense ganhou a pintura original da empresa operando na linha 008 Ribamar / São Francisco com o prefixo 045, de chassi 17-210OD. 
Uma curiosidade é que o Grupo Primor / TCM por um tempo já operou em algumas linhas da região do Distrito Industrial e Itaqui-Bacanga, sendo elas a T015 Porto Grande, T016 Vila Maranhão, T019 Cajueiro, T034 Quebra Pote, A331 Arraial, 322 Av. dos Portugueses e T513 Alto do Angelim / Tamancão. 
Em 2016 vence a licitação ganhando a concessão do lote 4 em São Luís operando em 32 linhas atualmente no sistema urbano, possuindo no Grupo uma frota total de 354 ônibus incluindo 9 ônibus do tipo articulado e 89 ônibus climatizados, onde o Grupo Primor / TCM possui a maior frota da Grande Ilha e hoje, completa 50 anos de história, trabalho e dedicação para sempre oferecer um serviço padrão aos seus clientes, aos seus passageiros. 
Fonte: SportbuS Maranhão

Postar um comentário

8 Comentários

  1. Bom dia,

    Parabéns à Viação Primor pelos seus 50 anos de existência. Só que atualmente está deixando um pouco a desejar, motivo pelo qual, os carros andam completamente sujos por dentro, até teia de aranha existe embaixo das cadeiras. Os climatizados, não está sendo feitos a manutenção, tem alguns carros que ficam pingando direto em cima das cadeiras, existem carros que estão circulando com faróis e lanternas queimadas. Acho que vocês do Sportbus deveriam alertar a mesma para isso.

    ResponderExcluir
  2. Boa matéria! Parabéns a Viação Primor pelos seus 50 anos!!!
    Mas realmente ela está deixando a desejar, o terminal da Cohama é um dos piores em relação aos braços e é a Primor que é a responsável pela manutenção do mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Sportbus voces sabem por que que hoje na linha A-679 estava o onibus da abreu semiurbano sendo que era pra ser urbano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por não haver veículos reservas suficientes e para a comunidade não ficar desassistida quando o ônibus da linha apresenta problema, é escalado um veículo do tipo até que o da linha seja reparado e volte a operar.

      Excluir
  4. Quando se citou na matéria que a primor já atuou na área Itaqui Bacanga, com as linhas t016 vila Maranhão, t015 porto grande, t019 cajueiro e 322 avenida dos portugueses, faltou citar a linha t513 alto do angelim/tamancao.

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto. Só corrigiria que a questão da atuação em linhas do semiurbano na area do Maiobão aconteceu no final de 2002 (lembro até hoje) e quanto a aquisição dos ônibus da Volkswagen aconteceu em 2006.

    ResponderExcluir