Conheça como era a configuração dos prefixos da Maranhense

No final da década de 80, a Transporte Coletivo Maranhense inova em seu visual, deixando de lado o seu tradicional verde que vinha usando desde o início da década citada e adotando a sua pintura que vingou até meados de 2004, o tradicional branco com detalhes em vermelho e para-choques preto.
Com a nova pintura, um novo modelo de prefixos começaram a surgir nos ônibus e você confere conosco como era essa configuração. Com a adoção do novo modelo de prefixos, os ônibus da Maranhense em 1989 passaram a ter 4 dígitos ao invés de 3 quando ainda eram na padronização verde.
Cada dígito tem seu significado, o primeiro número era a identificação das carrocerias que a empresa tinha em sua frota, que era indicado na ordem a seguir:

6 para as carrocerias Thamco; 
7 para as carrocerias Condor;
8 para as carrocerias Busscar;
9 para as carrocerias Caio.

O segundo dígito identificava o final do ano em que o veículo foi fabricado, tomamos como exemplo o ônibus de prefixo 8203, o primeiro número identificando a sua carroceria que é Busscar e o número 2 relaciona ao seu ano de fabricação que é de 1992 e os dois últimos dígitos era o de ordem do veículo.
Uma curiosidade é que esses prefixos sempre tinham terminação ímpar, como exemplo a série de Busscar do ano 1991 que iniciou por 8101, 8103, 8105, 8107 e assim por diante. Ônibus que tinham a pintura verde em sua maioria receberam a nova padronização da empresa, como os 2 exemplares do Thamco Falcão que ficaram com os prefixos 6601 e 6603, 2 Condor que ficaram com os prefixos 7401 e 7403, além de 2 Nielson Urbanus com os prefixos 8801 e 8803 e veículos do modelo Amélia de 1985 e 1986 que ficaram com os prefixos 9501, 9503, 9505, 9507, 9509, 9601 e 9603.
Em relação a operação da empresa, era notório os veículos maiores atuarem nas linhas que atendem ao município de São José de Ribamar e os veículos médio ou curto atuarem nas linhas que atendem ao Cohatrac, que na época existiam somente as linhas para o Cohatrac 3, Cohatrac 4 e Jardim das Margaridas, surgindo posteriormente na década de 90 o Cohatrac / São Francisco e o Cohatrac / Rodoviária.
Fonte: SportbuS Maranhão
Colaboração: Rone Carneiro

Postar um comentário

2 Comentários