terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Idade média do sistema urbano

Estaremos apresentando a você, caro leitor, alguns dados acerca da frota tanto do sistema urbano quanto do sistema semiurbano. Iniciaremos pelo sistema urbano, fazendo um balanço de como ficou a idade média de cada operadora em 2018.
A capital maranhense é composta por 12 empresas que operam no sistema de transporte urbano da cidade, essas empresas estão inclusas em consórcios como o Central, Via SL e Upaon-Açú, a Primor é uma exceção por ser a única empresa que ganhou sozinha um lote na licitação.
Após um levantamento de dados acerca da idade média dos consórcios e empresa operantes na capital, montamos um ranking que estaremos apresentando junto com outras informações, confira abaixo.

Em 4° lugar encontra-se o Consórcio Via SL que é operado pela empresa Rei de França, até o último dia de 2018 o Via SL marcava uma idade média da frota de 5,99 anos, possuindo um total de 202 ônibus operantes, sendo 117 ônibus (57,92%) que obedecem a norma do Proconve P7 (Euro 5) e 39 veículos (19,31%) equipados com ar condicionado, dentre eles 5 veículos articulados. Tudo indica que esse ano, esses números possam melhorar, já que há a necessidade de renovação de frota para adequação da frota e retirada de veículos mais antigos.
Em 3° lugar encontra-se o Consórcio Central, operado pelas empresas Taguatur e Ratrans, possui uma idade média de 5,61 anos, com um total de 259 ônibus operantes, sendo 148 ônibus (57,14%) que obedecem a norma do Proconve P7 (Euro 5) e 56 veículos (21,62%) equipados com ar condicionado, dentre eles 5 articulados e 3 micro-ônibus. Esse ano também é esperado novidades pelo Consórcio e com isso, esses números podem melhorar.
Em 2° lugar está o Consórcio Upaon-Açú, composto por 8 empresas sendo elas a Patrol, Viper, Rio Negro, Speed Car, Autoviaria Matos, Planeta, Viação Aroeiras e Viação Abreu, possui uma idade média de 4,46 anos, possuindo um total de 236 ônibus operantes, sendo 173 (73,31%) que obedecem a norma do Proconve P7 (Euro 5) e um total de 100 veículos (42,37%) equipados com ar condicionado, dentre eles 5 articulados.
E em 1° lugar está a Viação Primor com 4,45 anos de idade média, possuindo uma frota total de 214 ônibus, sendo 144 ônibus (67,29%) que obedecem a norma do Proconve P7 (Euro 5) e 80 veículos (37,38%) equipados com ar condicionado, dentre eles 5 articulados.
Em uma média geral, todo o sistema urbano da capital maranhense fechou 2018 com uma idade média de 5,12 anos. Vale lembrar que 100% da frota é equipada com elevador para pessoas com mobilidade reduzida.
Os consórcios Central e Via SL até o último dia de 2018 encontravam-se acima da idade média que o edital determina que seja 5 anos, além disso, o Via SL encontra-se abaixo do quantitativo mínimo de veículos com ar condicionado que nos 2 primeiros anos determina o percentual de 20%. Já o consórcio Upaon-Açú atingiu o percentual equivalente a 4 anos referente aos veículos com ar condicionado no que consta em edital de licitação, ultrapassando os 40%.

Fonte: SportbuS Maranhão

5 comentários:

  1. Existe alguma penalidade para as empresa que não atende a quantidade minima de ônibus com ar condicionado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sem penalidade a Via SL já está sofrendo imagina aínda ter que pagar multa! O VIA SL ESTÁ enrolada demais salários atrasados ônibus velhos e sem cumprir as metas estabelecidas

      Excluir
  2. eita, o via sl e caso serio, ta tendo greve de novo

    ResponderExcluir
  3. Upaon-Açu de parabens no quesito renovação,trouxe muitos usados, mas também trouxe muitos novos, deixando inclusive o Central bem atrás, mas precisa melhorar no quesito conservação da frota.

    ResponderExcluir
  4. e desde a entrega da linha T-035 da ratrans pro consorcio via sl a ratrans voltou a operar emergencialmente com o 100.677

    ResponderExcluir

Top 10 da semana SportbuS Maranhão