sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Taguatur completa 50 anos em 2018

No dia 20 de Março, foi comemorado os 50 anos da empresa Taguatur, uma empresa que possui um grande histórico e tradição não só no Maranhão mas por várias partes do país, você confere conosco um pouco do histórico da empresa desde seu início até hoje.
A Taguatur nasceu em 20 de Março de 1968 na cidade de Brasília - DF sendo administrada pelo empresário José Medeiros, começando com 4 ônibus que operavam nas linhas Brasília (DF) x Santo Antônio do Descoberto (GO) e Brasília (DF) x Cidade Eclética (GO). No mesmo ano, a empresa também adquiriu a Viação Bahia que na época contava com 2 ônibus e suas linhas Brasília (DF) x Barreiras (BA) e Brasília (DF) x Alvorada (GO), além disso, também fez a aquisição de 6 ônibus para o transporte rodoviário no Piauí nas linhas Brasília (DF) x Teresina (PI) e Brasília (DF) x Parnaíba (PI).
Com isso, já era notório um crescimento na empresa, que já contava com 12 ônibus e 25 funcionários. Os negócios em Brasília estavam favoráveis, mas em 1971, quando o DNER criou um regulamento para transporte rodoviário pelo qual empresas de pequeno porte e que faziam percursos longos, como a Taguatur, não conseguiu cumpri-lo, devido aos altos custos. O empresário precisava negociar com urgência. Procurou a Expresso IPU, que fazia linhas Brasília (DF) / IPU (CE) e Brasília (DF) x Crateús (CE). O percurso era feito via Teresina e José Medeiros conseguiu vender tudo para esta empresa sendo que já estava com outro negócio fechado por telefone, com uma empresa de Teresina. Porém, ao chegar na capital piauiense para formalizar o negócio, foi comunicado que a empresa desistiu da venda o que resultou numa perda, sem empresa e sem nenhuma perspectiva de novo investimento.
Em um encontro com o representante da Caio Norte em Teresina em 1971, José Medeiros tem o conhecimento de que uma empresa do setor rodoviário está a venda no Maranhão e com isso, a Taguatur adquire a Empresa Santa Rita que fazia linhas para as cidades de Balsas, Carolina, Itapecuru, Vargem Grande e Chapadinha. Já instalado no Maranhão, o empresário decide mudar seu domicílio para a capital maranhense. No setor rodoviário, começou a perceber algumas deficiências e viu que o negócio não estava sendo vantajoso e ficou sabendo de uma empresa que estava a venda chamada São Joaquim, assim, a Taguatur adquire mais uma empresa em 1972 e passa a operar no sistema urbano de São Luís fazendo as linhas Anjo da Guarda / Centro, Mercado Central / Itaqui e Mercado Central / Maracanã com 6 ônibus na frota e vende as linhas rodoviárias que operava em Brasília para a empresa Real Expresso e as linhas rodoviárias que atuava no Maranhão para a empresa Transbrasiliana.
Observando o crescimento da empresa e do mercado, em 1982 decide investir na área de turismo e assim, cria a Taguatur Turismo, uma agência especializada em turismo receptivo para mostrar as belezas históricas de São Luís.
Em 1985, a empresa dá início na área de fretamento, onde passa a transportar funcionários para a Companhia Vale do Rio Doce (C.V.R.D). Na época, a Taguatur mantinha uma operação com cerca de 50 ônibus exclusivos para a Vale e além disso, também operou no setor para outras grandes empresas na época, chegando a ter 70 ônibus somente para fretamento.
Em 1987, torna a adquirir linhas rodoviárias para as cidades de Axixá, Rosário, São Benedito do Rio Preto, Presidente Juscelino, Icatu, Barreirinhas, Morros e Urbano Santos. Nessa época, a Taguatur chega a um patrimônio de 60 ônibus em sua frota. No mesmo ano participou e ganhou a licitação para a concessão de linhas semiurbanas de Paço do Lumiar (Maiobão / Centro).
Em 1989, decide expandir o negócio e começa a investir na cidade de Teresina, passando a atuar no sistema urbano da cidade.
Em 1993, em sociedade com o empresário Otávio Cunha, adquire a empresa Santa Clara, que na época atendia ao bairro do Upaon-Açú em Paço do Lumiar. Um ano depois a sociedade é desfeita e José Medeiros acaba administrando a empresa sozinho. Em 1996, com o fechamento da Empresa Dois Irmãos, a Santa Clara também entra no setor urbano operando para o Coqueiro e Estiva, localizados na zona rural de São Luís.
Em 1997, Medeiros adquire novamente uma empresa em Santo Antônio do Descoberto (GO). Com 45 ônibus e 100 funcionários, a nova empresa chamada Santo Antônio foi incorporada ao Grupo Taguatur, fazendo as linhas Santo Antônio x Brasília e Taguatinga. Um ano depois, comprou do mesmo dono da Santo Antônio outra empresa, a TransProgresso, que passa a fazer o transporte de Águas Lindas (GO) para Brasília (DF), com 60 ônibus e 180 funcionários.
Em 1998, a empresa realiza aquisições de ônibus do tipo micrão para operação na capital maranhense, os veículos eram do modelo Torino GV da Marcopolo, montados sobre chassis Mercedes-Benz OF-1115. Os micrões operavam nas linhas do Maiobão fazendo o serviço executivo sendo equipados com ar condicionado.
Em 2001, Medeiros adquire uma concessão de representação da FIAT em São Luís, que está sendo administrada pela Taguatur Veículos desde 2003. Desta forma, o Grupo Taguatur se tornou um dos mais conceituados e promissores do Maranhão e do país, contribuindo para o seu desenvolvimento e gerando empregos.

Atualmente,o Grupo Taguatur mantém operações em São Luís e Paço do Lumiar, Teresina e nas cidades de Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas de Goiás e Novo Gama, operando com uma frota de cerca de 400 ônibus em todo o grupo.
Fonte: SportbuS Maranhão / Taguatur

12 comentários:

  1. Interessante e parabéns pela matéria, deu pra ver como foi o crescimento e como foi adquirindo empresas pelo país e ainda tem quem duvidava que a Taguatur comprou a Santa Clara, era existia com outro dono depois vendida a Taguatur pra formar duas, já imaginava que a concessionária do mesmo nome seria dela também.

    ResponderExcluir
  2. Faltou a história da primor onde tbm neste ano de 2018 tbm completou 50 anos de existência. Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir
  3. Ótima matéria pena que a empresa deixa muito a desejar no quesito prestação de serviço e manutenção de seus veículos triste mais a matéria foi muito boa parabéns ao grupo Sportbus.

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante ! Parabéns pela matéria !

    ResponderExcluir
  5. Ainda que tenha sua origem no DF, a Taguatur cresceu às custas do Anjo da Guarda.
    Por isso não é nenhum equívoco afirmar que é maranhense, e daqui do Anjo da Guarda. Já que sua reconstrução, crescimento e enriquecimento aconteceu aqui.
    Nós do Itaqui-Bacanga a fizemos ser o que é hoje:uma das maiores empresas de ônibus.
    Pena que ela não nos dá mais o devido valor de outros tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo o que eu estava pensando...

      Excluir
    2. Na verdade ela nunca deu o devido valor que nossa área merece principalmente em termos de prestação de serviço.

      Excluir
  6. Faltou colocar na Matéria a venda das linhas rodoviárias pra Cisne Branco.

    ResponderExcluir
  7. Gente como assim tem gente que ainda achava que aquela loja da Fiat aqui nao era da Taguatur? Desde que me entendo por gente eu sei disso... E concordo com o pessoal aí de cima, o principal fator de crescimento da Taguatur foi e é ainda o Anjo da Guarda...

    ResponderExcluir
  8. ótima matéria muita coisa eu não sabia sobre a taguatur e seu crescimento

    ResponderExcluir

Top 10 da semana SportbuS Maranhão