sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Rio Negro e Autoviaria Matos com novidades

Encontram-se na capital maranhense, 6 unidades do modelo Apache Vip IV da fabricante Caio Induscar, montados sobre chassis Volvo B270F Euro 5, os ônibus são para duas empresas do Consórcio Upaon-Açú, Rio Negro (4 unidades) e Autoviaria Matos (2 unidades).
Os veículos possuem ano de fabricação 2018, são equipados com ar condicionado da marca Denso, possuem 3 portas sendo a central equipada com elevador da marca Foca-Braun, catraca digital da marca Foca, contam com 39 assentos para os passageiros.
Pela Rio Negro, os veículos receberam os prefixos 300.401 ao 300.404, substituindo os Apache Vip I que já encontram-se desativados, já os 2 da Autoviaria Matos ainda não há informações de veículos. Até o fechamento desta reportagem, também não obtivemos as linhas, já que a previsão de início de operação dos carros já é na próxima segunda (12).
Com a entrada desses veículos, sobe para 16 o total de veículos com ar condicionado pela Rio Negro e para 7 pela Autoviaria Matos. Mais novidades são aguardadas para o Consórcio Upaon-Açú, fique ligado conosco.
Fonte: SportbuS Maranhão

26 comentários:

  1. O da Matos, é da aquisição dela mesma???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles vieram de Fortaleza-CE da ex terra luz só que dos 6, 2 e da matos...

      Excluir
    2. Eu sabia, a Matos quer é entrar no mato

      Excluir
  2. Esses detalhes prata e a placa nesta cor deram um destaque pro design frontal destes Vip IV incrivelmente bem... Parabéns a Matos e Rio Negro que mais uma vez me surpreendem da melhor forma possível

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É comum essa cor de máscara do farol nos ônibus do sistema de Fortaleza.

      Excluir
    2. Repare a cor ainda original do Ar-condicionado.

      Excluir
    3. Por um lado é bom que diferencia um pouco eles dos demais... Pois slz tem um frota grande de Vip IV com ar

      Excluir
  3. Esses são usados de uma empresa que faliu em Fortaleza. Ou seja, mais uma enganação da prefeitura com os empresários. O prefeito informou que todos os veículos deveriam entrar no sistema novos e com ar-condicionado. E agora depois da Ratrans e Taguatur, mais empresas comprando ônibus usados e repintado. Acham que enganam a todos. Licitação não existiu, existiram acordos.
    População enganada. O exemplo só a Primor, realmente só ônibus zero km.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ônibus da empresa Ratrans foram adquiridos na época em que estava havendo a adequação de frota, ainda era permitido pois as empresas precisavam ter o quantitativo necessário para operar. O veículo da Taguatur foi exceção, já que houve uma liberação para ser testado e acabou ficando, mesmo sendo usado o carro está em ótimo estado e esses da Rio Negro são veículo novos ano 2018, quase não usados na outra cidade.

      Excluir
    2. Os ônibus são de Fortaleza do ano de 2018. Quase nunca foram usados e estão em ótimo estado de conservação. A SMTT autorizou desde que seja de 2018, não há nada de errado. São como se fossem novos mesmo. A aquisição de ônibus novos com ar-condicionado só ocorreu por licitação, não foi nada de acordo.

      Excluir
    3. Podem entrar novos veículos sendo usados ou novos, sendo com ar ou sem ar usados, a licitação permite, então as mesmas irão aproveitar o que as regras permitem, infelizmente é assim.
      Regras são regras e essas as mesmas irão usufruir, agora se fosse permetido apenas novos a entrar na frota e com ar condicionado obrigatório a substituir os aposentados e que máximo de idade de fabricação a circular fosse 5 anos era outra coisa, o que não foi adotado como regras.

      Excluir
  4. Ratrans comprou ônibus usados da Reginas do RJ, Taguatur comprou ônibus de teste, mais rodado do que nunca. Rodou o Brasil todo em testes. E ainda tem ônibus usados como novos na Patrol, o Svelto e o articulado, Neobus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses veículos foram adquiridos no tempo de adequação de frota, já que as empresas não iriam só comprar veículos novos em 2016, era preciso complementar a frota para ter o percentual adequado, feito isso a entrada é só de novos, o que vem acontecendo, incluindo esses veículos da matéria que são carros 2018.

      Excluir
  5. Oh povo ruim de entender as coisas parabéns pela matéria Sportbus MA

    ResponderExcluir
  6. O Veiculo Esta Impecável ! Espero pegar muito esse volvo ❤️ Só Não Curti o Ar Condicionado Denso, Prefiro Spheros. Adorei a Matéria !

    ResponderExcluir
  7. Quem diria a Rio Negro se destacando no quesito renovação da frota, a Matos deveria tomar o exemplo.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns ao Consórcio pela aquisição e pela novidade trazendo coisas diferentes para nossa cidade diferentes de outras empresas que ficam na mesma não entendo pq falam tanto mal desse consórcio então ele e a Primor trabalham tem outros que só se acomodam como é o caso do Central nada a dizer da Ratrans mais a Taguatur deixa a desejar muito.

    ResponderExcluir
  9. Ex 41856 ao 41861 saudades agora só falta os de 2017 da extinta terra luz ser vendido de Prefixo 41736 ao 41741 TAMBÉM são CAIO APACHE VIP IV mais são mais curtos conhecido como LEVES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tou falando só o que tinha ar condicionado mais sem ar condicionado ainda tem de ano 2008/2009/2010/2012 e 2013

      Excluir
    2. O que tem AR CONDICIONADO mais esse verde com branco ficou TOP

      Excluir
  10. Esses ônibus foram emplacados em Fortaleza? Se foram, logo eles deveriam ter as mesmas placas,mudando apenas o domicílio de Fortaleza para Sao Luís.
    Dessa forma todos nós saberíamos que os veículos não são zero Km, ainda que tenham 3, 4 ou 5 meses de uso, evitando uma falsa propaganda por parte do SET e Prefeitura.
    Não concordo com esse tipo de aquisição, até parece uma cerca velha e furada a licitação daqui. E fico constrangido vendo o conformismo de algumas pessoas diante dessa situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conformismo mesmo, há tempos eu digo que essa licitação é só um faz de conta pro prefeito dizer que realizou o certame, botou uma exigência de ar-condicionado aqui, uma idade média máxima ali e outras coisinhas pra fazer aquele famoso H e pronto. A SMTT omissa não fiscaliza e não cobra o cumprimento das exigências e os empresários fazem a festa, por vezes não respeitam o básico que é uma padronização de layout. E a bagunça continua, só que melhorada um pouco, mas continua. A exceção é a Primor.

      Excluir
    2. Verdade. A licitação, na minha opinião, foi um tremendo migué para reeleger o prefeito, prefeito com pê minúslo mesmo porque não fez nada para mudar o transporte público daqui. E o fez porque a Defensoria Pública forçou o certame, daí ele só aproveitou o ano das eleições municipais. Será que alguém ainda acredita em transporte de qualidade aqui na Ilha?

      Excluir

Top 10 da semana SportbuS Maranhão