quinta-feira, 24 de maio de 2018

Grande Ilha sofre com redução de frota

Desde hoje, já é possível sentir o reflexo da greve dos caminhoneiros que vem ocorrendo em todo o país. Empresas do transporte coletivo da Grande Ilha estão começando a reduzir suas frotas, com objetivo de racionalizar combustível nas garagens.

A partir de hoje, cerca de 30% da frota começou a recolher na capital. Desde a tarde, as empresas já iniciaram os recolhimentos, devido a baixa quantidade de combustível armazenado nas bombas.
Dependendo da área, a redução da frota variou entre 20 e 50%, e amanhã esse número já pode ser maior, dependendo do desenrolar do movimento grevista que está ocorrendo. 

Para fins de racionalização, a empresa Ratrans retirou os microônibus da linha 102 - Tropical Shopping / Camboa e deslocou os mesmos para a linha 205 - Bom Milagre, constando neste momento com 02 micros e assim, retirando os veículos maiores da linha, para que possa haver uma duração maior de combustível. 
Enquanto durar a greve, as empresas estarão trabalhando para que os passageiros possam ser atendidos até durarem os estoques nas garagens. 

Fonte: SportbuS Maranhão

Um comentário:

  1. Eu notei essa diferença desde as 09h da manhã e vi um comentário no twitter que realmente faz sentindo e vale apena dizer aqui, o brasileiro em si depende dos caminhoeiros se eles param o Brasil para, pq dalta alimento em supermercados, gasolina em postos e muitas outras xoisas, fora que se aumenta o preço do diesel quem sente é o usuário do transporte público pois é mais um custo pras empresas no qual infelizmente a única opção é a prefeitura aumenta a passagem... Isso é uma desvantagem pra quem precisa de ônibus pra se locomover, pq fora a precariedade em algumas linhas vai ter de pagar um preço ainda mais caro...

    ResponderExcluir

Top 10 da semana SportbuS Maranhão