Biarticulados do Rio são desativados

Foram devolvidos para as fabricantes, os 02 únicos ônibus biarticulados que operavam na cidade, sendo um do modelo Mega BRT 2011 da fabricante Neobus e outro do modelo Viale BRT da fabricante Marcopolo ambos montados sobre chassis Volvo.
O veículo da Neobus pertencia à empresa Viação Redentor e tinha o prefixo E47016C com fabricação em 2014, enquanto o outro ônibus pertencia à empresa Translitoral Transportes e possuía o prefixo E22047C com fabricação em 2012, os ônibus atuavam no corredor TransOeste e TransCarioca, onde iniciaram suas operações em 2014.
O motivo que levou a devolução dos biarticulados foi a crise que está instalada no setor de transporte da cidade, crise que em 2017 atingiu seu ápice, com superlotação e buracos no asfalto, atos de vandalismo nas estações, e a constante polêmica entre empresas e a Secretaria de Transportes.
Além disso, as duas reduções de 0,20 centavos cada no valor da tarifa ajudou neste processo, já que para manter um ônibus desse porte em operação e com manutenção em dia, o valor é bem maior do que os ônibus articulados e convencionais, e foi esse o motivo que também levou desde 2015 a falência de 08 empresas no sistema de transporte do Rio de Janeiro.

Fonte: SportbuS Maranhão / Diário do Transporte

Postar um comentário

0 Comentários