Destaques no SportbuS

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Letreiro de Dots em São Luís

Com o início do transporte coletivo a partir do século XX e sua evolução, foi necessário a criação de um meio em que os passageiros pudessem se informar sobre o destino do ônibus ou para veículos mais antigos, o bonde ou charrete, daí surgiram os letreiros, em especial nessa matéria, trataremos sobre os letreiros de DOTS.
A empresa São Benedito foi a única a adquirir esse tipo de letreiro na década de 90, trazendo uma inovação para o transporte, já que na época todos os ônibus adquiridos possuíam letreiro de lona, a intenção era informar por meio do letreiro que o veículo estava sendo assaltado. Os veículos escolhidos foram do modelo Urbanus Fase 2 da fabricante Busscar, montados sobres chassi Mercedes-Benz OF-1318 e receberam os prefixos 68069 e 68070.
Os letreiros de Dots começaram a ser fabricados a partir da metade dos anos 90, são formados por matrizes e pontos em forma de círculos, elipses ou retângulos pintados de amarelo limão de um lado e preto do outro e viram conforme o necessário para formar uma palavra. Mas foram letreiros que não deram muito certo, pois apresentava vários problemas, já que esse tipo de letreiro é  sensível a vibrações, umidade e pó e assim ficam vulneráveis a panes elétricas, principalmente em São Luís, cidade litorânea com muita umidade e salitre,  além da péssima qualidade da malha viária. 
Com isso, a empresa decidiu retirar o letreiro de DOTS dos veículos e colocou a tradicional lona para indicar o destino do 68069 e 68070.

Fonte: SportbuS Maranhão/Via Circular

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Top 10 da semana SportbuS Maranhão